55 21 991732258
animalcare.contato@gmail.com
Compartilhe esta página:
Os perigos causados pela domesticação do macaco-prego

Muitas pessoas, até mesmo famosas, possuem um macaco-prego como animal de estimação.  Mas a domesticação de um primata pode oferecer diversos riscos. Saiba mais e entenda a importância da conscientização desse assunto!


Seja de forma legalizada ou através do tráfico de animais, muitas pessoas adquirem o macaco-prego como animal de estimação. Ele é anunciado como um animal “divertido, inteligente e com várias habilidades”. O que muitos parecem ignorar são os riscos que essa domesticação causa tanto para nós, quanto para os animais.

Doenças transmitidas

Perante a taxonomia somos primatas, parentes próximos de chimpanzés, macacos-prego, saguis. Dessa forma, quando temos esses animais muito perto acabamos trocando microrganismos e doenças com eles facilmente. Apenas gotículas de urina ou saliva já são o suficiente para transmissões. Entre as doenças que podem ser disseminadas estão: raiva, febre hemorrágica, hepatites, herpes símia (B), tétano, amebíase e tuberculose. Não há risco quando esses animais estão abrigados em locais seguros, como por exemplo em um mantenedouro. Mas compartilhar do mesmo ambiente diariamente sem os cuidados necessários pode ser fatal.

Além desses animais nos transmitirem doenças, nós também podemos contaminá-los. Um simples resfriado ou herpes humanos pode provocar a morte de um macaco-prego ou ainda, este vírus pode sofrer mutação e voltar para nós ainda mais forte.

Humanização e domesticação forçada

É muito comum se deparar com animais sendo tratados como bebês. São alimentados com comida processada (que provocam alergias e doenças, diminuindo bastante o seu tempo de vida) usam roupas e fraldas e frequentam shoppings e praças com seus donos. Toda essa exposição e humanização faz mal ao animal. Assim como os outros primatas, o macaco prego é feliz quando está em um habitat parecido com o natural, em sua vida livre.

Primatas são inteligentes e ágeis, mas também são temperamentais, o que os torna agressivos e arredios em diversas situações. Domesticá-los não é algo fácil. Eles tendem a mexer e pular em tudo, morder, comer, quebrar, urinar, defecar. Quando entram na fase adulta, fica mais difícil pegá-los no colo e fazer carinho. Também podem ficar agressivos e disputar poder com os moradores da casa. Outra opção de comportamento é o que chamamos de estereotipado, que apresenta sinais de estresse e depressão. Além de, arranque de pelos, comportamentos repetitivos e automutilação.

Animais não são descartáveis

Adquirir e manter um animal como o macaco-prego, mesmo com autorização, não é algo barato. O cuidado envolve gastos com veterinários, adestradores, alimentação adequada e espaço apropriado. Os animais vivem cerca de 40 anos, mas a maioria dos donos acaba os abandonando logo nos primeiros anos de vida.

A Animal Care abriga diversos macacos-prego que foram vítimas do abandono. Eles necessitam de cuidados específicos. Tudo para que os animais possam viver em um local seguro e agradável, como seria em seu habitat natural.

Ajude também a melhorar a vida dos nossos moradores. Faça parte do nosso projeto, é muito simples! Aceitamos doações de qualquer valor, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas. Assim, podemos continuar proporcionando segurança e conforto aos nossos bichinhos.

Add your comment or reply. Your email address will not be published. Required fields are marked *

Phone: 55 21 991732258
Endereço: Estrada Beira Rio - s/nº - Bracuhy